Visite minha FanPage Siga-me no Twitter Veja meu Perfil Acesse meu Canal Leia meu Blog
Mar 14

Mais de 10 mil saem ás ruas em São Carlos contra o governo Dilma, segundo os organizadores

 Em São Carlos, segundo a Polícia Militar mais de 10 mil pessoas lotaram a Avenida São Carlos para protestar contra o governo Dilma Rousseff, o Partido dos Trabalhadores (PT) e o ex-presidente Lula.

A praça do Mercado Municipal foi o ponto de concentração. Um trio elétrico foi posicionado de forma estratégica, uma grande bandeira verde e amarela foi estendida sobre a multidão. Cartazes pediam a renúncia de Dilma e a prisão do ex-presidente Lula. Muitas faixas eram de apoio ao juiz federal Sérgio Moro e aos promotores do caso Lava Jato.

Religiosos de diversas igrejas também participaram dos atos e pela primeira vez um padre católico, Frei Marcos, também se pronunciou utilizando as palavras do bispo auxiliar de Aparecida, d. Darcy. “Peça, meu irmão e minha irmã, a graça de pisar a cabeça da serpente. De todas as víboras que insistem e persistem em nossa vida. Daquelas que se autodenominam jararacas”.

Muitos discursos pediram a saídas “dos comunistas do poder, de Brasília”. Também diziam que os “veremelhos querem instalar um sistema comunista contra Deus e contra a moral e os bons costumes”. “Vamos limpar o Brasil destes comunistas, se quiserem que vá para Cuba, Venezuela e não aqui. Nossa bandeira não é vermelha, é verde e amarela”, disse o líder do movimento Marcos Roudini.

A caminhada na Avenida São Carlos começou ás 11 horas e terminou na região da rodoviária. Durante o percurso o hino nacional foi cantado. Em frente á Catedral a oração do pai-nosso foi rezada pelos presentes e gritos de ordem como Fora Dilma e Lula na cadeia foi entoado.

O prefeito da cidade, Paulo Altomani (PSDB), o deputado Lobbe Neto (PSDB), o vereador Marquinho Amaral (Sem Partido), Dé Alvim (SDD) estavam na manifestação. Diversos cargos políticos da gestão Altomani também estiveram no ato. O candidato a prefeito Airton Garcia (PSB) e o médico e presidente do Partido Socialista Brasileiro, Francisco Márcio de Carvalho, também compareceu.

A Coorperativa de Vans de São Carlos (Coopervansc), Jipeiros, Moto Clubes, ciclistas também compareceram ao evento.

“Superou muito as nossas expectativas. Esperávamos 10 mil e vieram mais de 20 mil pessoas, na estimativa do final do evento. Foi muito bacana porque não teve confusão e porque foi muito tranquilo”, disse o organizador Marcos Roudini no fim da passeata.

A Polícia Militar informou que não teve nenhuma ocorrência. Um homem apenas, sofreu uma convulsão e foi atendido pelo Samu e pela Guarda Municipal.  

Mar 14

Câmara Municipal lamenta morte de Ruy Cereda e enaltece seu trabalho como radialista

 O presidente da Câmara, verador Lucão Fernandes, lamentou a morte do radialista Ruy Cereda, ocorrida nesta quinta-feira (10), aos 82 anos. Lucão enalteceu a trajetória de Ruy, que durante mais de 50 anos atuouna radiodifusão são-carlense. Era também bancário aposentado.

“É uma grande perda para a cidade; um homem que marcou a história da comunicação em São Carlos como radialista e que também conquistou muitos amigos, além de contribuir para a formação de muitos outros proficionais”, afirmou. Lucão acrescentou que a Câmara, representada pelos seus 21 veradores, reconhece o trabalho de Ruy, que especialmente na cobertura dos trabalhos legislativos, -que realizou durante mais de duas décadas-, atuou de forma imparcial, isenta e com absoluta seriedade”.

Nescido em Analaândia no ano de 1934, filho de Francisco Cereda e Lourdes Cereda, Ruy Carlos Cereda fez carreira como bancário no Banco Noroeste, onde entrou como continuo e galgou posições até aposentar-se como gerente, em Inúbia Paulista no ano de 1984. Do casamento coim Maria Aparecida Lopes Cereda (já falecida) teve três filhos (Silvia, Ruy Carlos e Fábia) e um neto, Thales.

Em 25 de novembro de 1994, Cereda recebeu oficialmente o título de “Cidadão Honorário de São Carlos”, oficializado pelo Decreto Legislativo N° 349, de iniciativa do vereador Dorival Mazola Penteado. Foi também, homenageado pelo Legislativo na sessão plenária de 3 de setembro de 2013, quando recebeu o Diploma de Gratidão da Cidade de São Carlos em reconhecimento á contribuição oferecida á comunicação no município ao longo de sua trajetória profissional. A homenagem foi uma iniciativa dos vereadores Marquinho Amaral- então presidente da Câmara- e da vereadora Laíde Simões.

Lucão lembrou que Ruy Cereda projetou-se na crônica esportiva, trabalhando como comentarista na Rádio São Carlos, onde atuou durante muitos anosa e também na Rádio Progresso. No jornal da Intersom FM furnate mais de duas décadas realizou coberturas políticas, em especial na cobertura dos trabalhos da Câmara Municipal. (Foto: Ruy Cereda com vereadores no Plenário em 03/09/2013)